O tempo cai bem aos inteligentes

otempovoa

Não gosto de modismos. Nunca entendi o que é estar na moda. E a palavra tendência me causa estranhamento.  Então, não me venha rotular de perennial. Acho esse termo, aparentemente inventado para fugir de rótulos, nada mais que um chavão publicitário. Feito para rotular.

Quando me dizem: “Você não parece a idade que tem”, não entendo bem o que essa frase quer dizer. Na minha cabeça, não só pareço, como me sinto

continuar lendo

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Reprovada

mentiras

Eu digo a verdade. Doa a quem doer. E sempre dói em mim. Minha mãe diz que tenho o dom de fazer inimigos para a vida toda, pois sempre digo o que as pessoas escondem de si mesmas. Os seres humanos não gostam da verdade.

Eu me engano.

Tu te enganas.

Ele lhe engana.

A mentira é a moeda de troca das

continuar lendo

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Amor próprio

limites

Os limites definem todas as relações saudáveis.

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Juventude marcada

O que existe por trás das minhas tatuagens

Das pessoas que deixam recados na minha página on-line, há um ser em específico que chama a minha atenção. Toda vez que esse donzelo escreve algo, ou até mesmo remete um tolo sinal de “curti”, por mais boba que seja a postagem, repentinamente meu coração dispara em uma explosão de risos. Não que eu goste dele romanticamente, longe disso. Apesar de já ter sido apalermada por esse personagem, em algum lugar do passado, a questão

continuar lendo

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

O enterro do Grunge

Fim do Grunge

“Você parece mais triste com a morte do Chris Cornell do que com o fato de que você fez um aborto… ’’ ‒ disse-me uma amiga, outro dia, ao telefone.

***

Seja ele alegre e cheio de vida, ou morrendo aos poucos diante de nossos olhos, a morte de um artista amado sempre vem como uma pancada violenta porque, até certo ponto, essas pessoas estão congeladas

continuar lendo

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+